concurso prémio mobilidade’10

Proposta

O Palácio dos Marqueses de Minas é um palácio construído no século XVII, utilizado no século XVIII como residência dos marqueses de Minas, actualmente a funcionar como Lar Nossa Senhora do Amparo. Pela sua configuração e utilização originais, o edifício apresenta algumas debilidades no que concerne à aplicação da legislação para a acessibilidade de pessoas com mobilidade reduzida.

Uma vez que achamos que a intervenção no lar Nossa Senhora do Amparo, deveria ser pensada como um todo e não por áreas de intervenção, (a área de concurso era apenas uma zona e não a totalidade do espaço), achou-se por bem fazer as correcções arquitectónicas intervindo o mínimo possível no espaço físico do edifício, e desenvolvendo um conceito que permitisse uma melhor vivência por parte de TODOS do espaço. Este conceito foi pensado por forma à poder adaptar-se a diferentes espaços e meios, o  HoVe.

Uma vez que a zona de intervenção é uma zona que estabelece elos de ligação entre os vários espaços, do Lar, pensou-se em termos conceptuais, que esta deveria possuir uma linha orientadora que permita guiar os utentes aos diferentes espaços do lar. Apesar dos idosos possuírem cada vez mais uma maior autonomia e independência, simultaneamente, vão perdendo algumas das suas faculdades, como diminuição da capacidade de locomoção, de visão, das suas faculdades cognitivas e sensoriais, etc.

Assim a proposta apresenta como conceito um percurso intuitivo que identifique os diferentes espaços e que auxilie na locomoção dos utentes pelo lar. Através de uma marcação no pavimento, é criado um desenho que permita fazer a distribuição pelos diferentes espaços. As mudanças de direcção e identificação dos diferentes espaços são feitas de forma diferenciada de uma maneira simples e intuitiva através da cor, grafismo, texturização do pavimento, etc, funcionando como uma “rótula” de distribuição funcionando como um sinal horizontal e vertical (HoVe).

A ideia principal centrou-se na criação de um conceito que permitisse ajudar a uma melhor adequação de pessoas com capacidades reduzidas, a um espaço existente.

Arquitectura

nu.ma | unipessoal, lda

Localização

Lisboa

Data

2011

Dono de obra

Santa Casa da Misericórdia de Lisboa + Ordem dos Arquitectos

Observações

menção honrosa

Equipa de projecto

-